Todo mundo sabe que o comportamento do consumidor digital brasileiro mudou de uns anos para cá. Desde o avanço tecnológico e o maior acesso a computadores como bens de consumo, o consumidor passa a ser um internauta ativo. E cada vez mais. Mas você sabe o que este consumidor digital faz quando navega? Oras, o que todos fazemos… Então, como atingi-lo perante este comportamento? Aí é que se encontra o real motivo para que empresas, marcas, produtos e serviços tenham uma presença na internet. Não é só questão de “não ficar de fora”, mas principalmente de “ser encontrado pelo consumidor” quando ele o buscar.  O legal de estudar o comportamento do público é que cada um dos seus principais comportamentos contemporâneos justifica uma ação de marketing digital. Olha como acontece…Comportamento do consumidor digital

1º estágio (interesse)

O que move o consumidor?
Interesse em um produto ou serviço.

Qual seu comportamento?
O consumidor de hoje em dia que tem interesse em comprar um produto ou contratar serviço tem como sua primeira ação entrar na internet. Lá, ele abre diretamente no Google (que geralmente é o buscador padrão) e digita o nome do que está procurando.

Quais ações se justificam?
Aqui, o SEO é muito importante porque é ele que vai fazer sua empresa aparecer nas primeiras páginas do Google, seja seu site, uma rede social, um blog… O importante aqui é ele achar a sua empresa. Também o Google Adwords rankeia sua página entre as primeiras que aparecem após a busca por uma palavra-chave que você tenha comprado. Não esqueça do bom texto publicitário que seu anúncio precisa ter para fazer o consumidor se interessar e clicar!

2º estágio (investigação)

O que move o consumidor?
Interesse em saber a respeito daquela marca.

Qual seu comportamento?
Após chegar no site, o consumidor vai  bater os olhos na página e, como está investigando para compra, ficará mais susceptível a consumir conteúdo. Vale ter algum produto para oferecer gratuitamente ao consumo do seu consumidor logo na landing page (primeira página em que ele entra no site).

Quais ações se justificam?
Posts no blog ou um e-book sendo oferecido sobre o assunto que ele está interessado são ótimas formas de convencer o consumidor a aderir à compra. Por meio de um conteúdo atraente e bastante explicativo, você deve mostrar que a marca que atende às necessidades dele. Além do conteúdo, é fundamental que ele tenha uma boa experiência de navegação. Por isso pense no UX (User Experience) quando desenvolver o seu site e faça um design que seja responsivo para mobile também, já que cresce o acesso por celulares e tablets.

3º estágio (falar com a marca) Asap10 comportamento do consumidor digital

O que move o consumidor?
Tirar alguma dúvida (antes ou após a compra) e se manter ligado à marca.

Qual seu comportamento?
Este estágio pode ser antes ou depois da compra. De qualquer forma, quando o consumidor quer falar com a marca ou pertencer à comunidade dos valores que a marca transmite, ele vai logo às redes sociais.  Também faz isso quando quer reclamar, o que é ótimo! Pois só assim dá para saber o que pode não estar agradando para melhorar ou apenas ter o direito de se explicar, pedir desculpas…

Quais ações se justificam?
Deu para entender que não dá para não ter conta em redes sociais? Se sua marca não está lá, não dá para se defender de uma reclamação nem para se relacionar com  o consumidor de maneira mais íntima. Um contato constante também é super importante para se manter vivo na mente dele. Aqui, se justifica um serviço profissional de mídias sociais, em que se tenha um bom redator, relacionamento constante, trabalho com os valores da marca e (por que não?) campanhas e promoções.

4º estágio (quer atenção)

O que move o consumidor?
Nada! Ele já comprou. Quem deve se mover é você depois que ele deixou o e-mail no ato da compra.

Qual seu comportamento?
Se ele já recebe atenção de outras marcas, ele espera o mesmo de você. Caso não, ele terá uma surpresa muito boa se você o fizer perceber que se lembra dele.

Quais ações se justificam?
Não necessariamente depois do 3º, mas em conjunto, este estágio é a oportunidade de mostrar que “ele é especial”. Pode parecer clichê, mas é isto mesmo! O ser humano gosta de se sentir único e de ser lembrado. Então, lembre dele! Envie e-mails marketing periodicamente de acordo com o produto que ele comprou, ou seja, sobre assuntos de seu interesse. Quando tiver promoções, fale a ele também. Aqui, só não vale deixar de tentar manter a sua marca na lembrança dele.

Bom, sucintamente, estes são os pilares do comportamento do consumidor atual. E a lição que temos aqui é: trabalhe sua marca na internet e deixe que o consumidor venha até você!